Objetivos

  • Pretende-se com a Pós-graduação em Fisioterapia Músculo-esquelética promover o desenvolvimento profissional na área da Fisioterapia Músculo-esquelética, nos domínios da avaliação e diagnóstico diferencial, intervenção diferenciada e seletiva e competências de raciocínio clínico centradas nos diferentes sistemas e no utente.
  • Pretende-se ainda dotar o formando de capacidade de reflexão crítica, enquanto profissional de saúde.

Disponível em

Vila Nova de Gaia

José Luís Sousa

Coordenador

Escola Superior de Saúde Jean Piaget em V. N. Gaia

  • Duração: 9 meses
  • Créditos: 33 ECTS

A Fisioterapia Músculo-esquelética atual segue o ritmo acelerado do desenvolvimento moderno, o que levanta inúmeras questões relativamente aos padrões de boas práticas, do ponto de vista ético, científico e clinicamente válido.

Da volatilidade da informação científica e do contexto, urge a necessidade de como Fisioterapeutas, perante métodos e diversas abordagens terapêuticas, construir um fio condutor coerente e integrador, designado de raciocínio clínico. Muito pressupostos dados como verdades absolutas, dentro da nossa área de atuação, têm evoluído e sendo desconstruídas, sendo que a nós Fisioterapeutas, exige-se que acompanhemos as mudanças e atualizações nos novos paradigmas de intervenção.

Neste sentido, é essencial construir sinergias entre várias áreas científicas complementares à Fisioterapia, bem como reunir abordagens válidas dentro da mesma, permitindo o desenvolvimento do raciocínio clínico entre a estrutura anatómica, mecanismos neurofisiológicos e a funcionalidade inerente à atividade e ao comportamento humano.

Dentro da abordagem Músculo-esquelética, a nossa missão passa por melhorar as competências de avaliação músculo-esquelética, do diagnóstico diferencial à avaliação imagiológica; permitir o aprofundar de conhecimentos em terapia manual, explorando os potenciais efeitos estruturais/ biomecânicos e neuro-imuno-fisiológicos e integrar a dimensão da atividade física e exercício centrado na funcionalidade de cada pessoa, onde o fisioterapeuta facilita e devolve a confiança para o movimento.

A preocupação enquanto profissionais de saúde, deve ser a pessoa, contribuindo para o entendimento do ser humano como um todo e de forma global, contemplando as suas dimensões físicas e emocionais, mas também social e de participação, aspetos relacionados com o comportamento humano, onde o Fisioterapeuta especialista em músculo-esquelética deverá ser antes de tudo, especialista na Pessoa.

Área de estudo

Terapia e Reabilitação

Parceria

UC – Anual           CH  ECTS
Neurofisiologia da dor e sistema nervoso 6 T; 8 TP 5
Diagnóstico e abordagem multidisciplinar 2 T; 4 TP 4
Avaliação em Fisioterapia neuromusculoesquelética 2 T; 10 TP 5
Avaliação e intervenção ecoguiadas em fisioterapia 2 T; 16 TP 2
Terapia manual avançada 2 T; 16 TP 7
Modelos integrados de intervenção 4 T; 12 TP 5
Intervenção baseada em exercício 10 T; 40 TP 5

Legenda: T- Teórica; TP- Teóricas/Práticas, PL-Práticas e Laboratório, OT- Orientação Tutorial, E- Estágios, S- Seminários, TC- Trabalho de Campo, UC- Unidade Curricular, CH- Carga Horária, ECTS- Créditos ECTS

Requisitos de acesso

Licenciados em Fisioterapia.

Obtenção de Diploma

Para a conclusão da Pós-Graduação em Fisioterapia Músculo-Esquelética, o estudante deverá cumprir um plano curricular constituído por 33 créditos ECTS obrigatórios.

A Pós-Graduação em Fisioterapia Músculo-Esquelética conferirá as competências necessárias para:

  • Compreender a importância da comunicação e desenvolver competências facilitadoras de uma comunicação efetiva em saúde;
  • Integrar modelos estruturais, neuro-imuno-fisiológicos e centrados no utente, na prática clínica;
  • Desenvolver competências de avaliação, diagnóstico e raciocínio clínico em contexto músculo-esquelético, centrado na pessoa;
  • Desenvolver conhecimentos acerca da Neurofisiologia do movimento, neuroplasticidade e aprendizagem motora;
  • Compreender o impacto estrutural e neuro-imuno-fisiológico da intervenção em Fisioterapia Músculo-esquelética;
  • Desenvolver literacia científica e dotar o fisioterapeuta das ferramentas para a correta interpretação da evidência;
  • Incentivar para a importância da integração de uma intervenção multidisciplinar de distintas áreas de saúde, e qual o papel do fisioterapeuta na mesma.

Datas

  • Início 22 de outubro de 2022
  • Fim: 18 de julho de 2023

Horário

  • Sextas-feiras: 17H00/19H00–21H00
  • Sábados e Domingos: 09H00–13H00 e 14H00–18H00

TENS DÚVIDAS? ENVIA-NOS UMA MENSAGEM!