O Curso Preparatório para Integração no Ensino Superior é uma formação não conferente de grau, que visa a consolidação de conhecimentos e o enquadramento no meio académico, com vista à futura integração dos estudantes internacionais no ensino superior.

O curso será lecionado no Campus de Almada e tem a duração de um ano letivo, tendo início previsto no mês de outubro de 2024 e término em junho de 2025. Integra um conjunto de unidades curriculares tais como: Matemática, Língua Portuguesa, Língua Inglesa, Tecnologias de Informação e Comunicação e Cultura Portuguesa e Integração no Meio Académico.

Paralelamente à frequência das UC´s que compõem este curso preparatório, os estudantes poderão inscrever-se, em cada um dos semestres, a uma unidade curricular de um dos cursos de 1º ciclo ou CTESP, do ISEIT/Almada, ESE JP/Almada, ESTG ou ESS JP/Almada, mediante disponibilidade de vagas.

  • Destinatários: Estudantes nacionais de Países Língua Oficial Portuguesa
  • Condições de Ingresso: Titulares do Ensino secundário, médio ou equivalente.
  • A candidatura pode ser efetuada em https://inforestudante.ipiaget.org
  • O Pagamento de candidatura pode ser realizado por Referência Multibanco ou por Transferência Bancária, de acordo com as normas definidas para o efeito.
  • Se o pagamento for por transferência Bancária, é obrigatório anexar o comprovativo da transferência bancária como documento na candidatura.
  • Após Lacrar (submeter) a candidatura, a mesma será analisada pelos Serviços Académicos, podendo ou não ser validada.
  • As candidaturas validadas serão submetidas ao processo de seriação. A colocação de cada candidato depende das vagas disponíveis.
  • A candidatura presencial apresentada por procurador oficial, está sujeita a marcação prévia para atendimento. Apenas será aceite uma candidatura por marcação. Pode agendar a sua marcação aqui: https://doodle.com/meeting/participate/id/azxNXV5d

NOTA: Os candidatos que não se encontrem a residir em Portugal deverão solicitar a Declaração para Efeito de Obtenção de Visto de Estudo, para apresentação junto dos Serviços Consulares ou Embaixada de Portugal do país de origem, no âmbito do processo de obtenção de Visto de estudante.

Documentos obrigatórios a apresentar

  • Fotocópia do documento de identificação pessoal ou passaporte, do qual conste expressamente a nacionalidade do/a candidato/a;
  • Fotocópia do visto e/ou autorização de residência, caso resida em Portugal.
  • Certificado de conclusão de ensino médio ou secundário obtido no país de origem, com indicação das notas de 10º, 11º e 12º ano.
  • Certificado de equivalência ao ensino secundário português; caso resida em Portugal
  • Fotocópia do passaporte válido do Encarregado de Educação, se o candidato for menor de idade.
  • Procuração, se a candidatura não for apresentada pelo próprio.

Nota: Os documentos referidos na alínea c) quando emitidos por instituições de países estrangeiros, devem ser legalizados por agente consular português ou pela Apostila de Haia, sendo estas legalizações efetuadas no país de origem dos documentos.

Calendário

 

1.ª Fase
Candidaturas 21 a 29 de maio
Publicação de listas provisórias de resultado 04 de junho
Prazo de reclamações 05 de junho
Publicação de listas definitivas de resultados 07 de junho
Matrículas até 17 de junho

Emolumentos e propina

Emolumentos
Candidatura 150€
Inscrição 50€
Seguro Escolar 50€

Propina e modalidades de pagamento

Valor:  1 750€

A propina é devida no ato da matrícula, podendo ser paga em:

  • 9 prestações:
    • 1.ª prestação correspondente a 30% do valor total da propina no ato da matrícula: 526,00€;
    • 2.ª a 9.ª prestação até ao dia 6 de cada mês (de novembro de 2024 a junho de 2025): 153,00€ x 8.
  • na totalidade, no ato da matrícula;
  • em 2 prestações:
    • 1.ª prestação no ato da matrícula;
    • 2.ª prestação até ao dia 6 de março de 2025.

Declaração para efeito de pedido de visto: 100,00€.

Esta informação não dispensa a consulta do regulamento financeiro em vigor.

As candidaturas são realizadas online na plataforma disponível no link https://inforestudante.ipiaget.org através do preenchimento do boletim de candidatura, sendo devido o pagamento do respetivo emolumento, de acordo com o Regulamento Financeiro.

Antes de submeter a candidatura os candidatos deverão consultar as todas as informações, tais como: passos para realizar candidatura, documentos, ingresso e calendário.

Os candidatos que não realizaram provas/exames de âmbito nacional ou que tenham nota de candidatura inferior a 9,5 valores:

  • terão de realizar prova(s) presencial(is), no Campus onde se candidataram, na data definida para a(s) prova(s) respetiva(s, entre 27 de maio e 04 de junho.
  • são responsáveis por reunir os meios necessários para realizar, presencialmente, a(s) prova(s) dentro do calendário definido.

Nos casos em que não seja possível apresentar-se para realização presencial da prova e que esteja interessado em frequentar, durante o ano letivo 2024/2025, um curso preparatório para integração no ensino superior, deverá contactar-nos para mais informações email internacional@ipiaget.pt ou contate via WhatsApp: (+351) 967 280 828.

Passos para realizar a candidatura:

  1. Registo na plataforma https://inforestudante.ipiaget.org
  2. Submissão da candidatura online:
  3. Finalização do processo de candidatura:
    • Pagamento de candidatura por Referência Multibanco: Lacrar a candidatura (submeter) e efetuar o pagamento da candidatura — 200,00€; ou
    • Pagamento de candidatura por Transferência Bancária:
      1. Efetuar a transferência bancária referente ao pagamento da candidatura — 200,00€;
      2. Anexar o comprovativo da transferência bancária como documento da candidatura;
      3. Lacrar (submeter) a candidatura.
  4. Validação da candidatura pelos Serviços Académicos
    1. Os Serviços Académicos irão verificar, após confirmação do respetivo pagamento, se o processo se encontra bem instruído e se os documentos obrigatórios estão preenchidos e submetidos.
    2. Caso seja detetada alguma falha, os candidatos serão informados para o email registado na plataforma, sendo da responsabilidade do candidato o envio das informações dentro do prazo que venha a ser indicado.
  5. Avaliação do júri.
    • A candidatura será alvo de apreciação por parte do Júri do concurso para Estudantes Internacionais e mediante a avaliação do Júri, os candidatos serão notificados e informados sobre os próximos passos.
  6. Divulgação de resultados. Em caso de colocação, receberá notificação para fazer a matrícula.
  7. Realização da matrícula, a qual pode ser feita online na plataforma https://inforestudante.ipiaget.org

Os candidatos que não se encontrem a residir em Portugal deverão solicitar a Declaração para Efeito de Obtenção de Visto de Estudo, para apresentação junto dos Serviços Consulares ou Embaixada de Portugal do país de origem, no âmbito do processo de obtenção de Visto de estudante.

A Declaração para Efeito de Obtenção de Visto de Estudo terá de ser paga até ao dia 12 de maio de 2024, sendo da responsabilidade do estudante pedir a sua emissão no ato da matrícula.

Consulte aqui o manual que explica como proceder ao registo na plataforma e como submeter a candidatura de forma correta.

Para obter informações sobre Documentos, Ingresso, Calendário (data de candidatura, provas, afixação de resultados), Propinas e Emolumentos, consulte os separadores laterais.

TOME NOTA: Condições para a candidatura o concurso especial de acesso para estudantes internacionais:

  • Não ter nacionalidade portuguesa nem de outro país da União Europeia;
  • Não residir legalmente em Portugal há mais de 2 anos à data de 1 de janeiro do ano em que pretende ingressar no Ensino Superior (para este efeito não conta o visto de estudo);
  • Não ser familiar de portugueses ou de nacionais de outros países da União Europeia (cônjuge, parceiro em união de facto, descendente direto – seu ou do cônjuge ou parceiro em união de facto – com menos de 21 anos de idade, ou ascendente direto que esteja a seu cargo ou do cônjuge ou parceiro em união de facto);
  • Não ser beneficiário, à data de 1 de janeiro do ano em que pretende ingressar no Ensino Superior, de estatuto de estatuto de igualdade de direitos e deveres atribuído ao abrigo de tratado internacional outorgado entre o Estado Português e o Estado de que são nacionais.

Esta informação não dispensa a consulta do Edital, dos regulamentos e legislação aplicáveis, incluindo o regulamento financeiro em vigor.

Concurso especial para estudantes internacionais: https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/concurso-especial-para-estudantes-internacionais


Pedido de informações

Tem alguma dúvida? Pode contactar-nos através deste formulário:

    Campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.

    Dados Pessoais

    Encontra-se de momento em Portugal?NãoSim



    Curso



    Coloque aqui as suas questões

    1. Fotocópia do documento de identificação pessoal ou passaporte, do qual conste expressamente a nacionalidade do/a candidato/a (caso se encontre a residir em Portugal deverá anexar cópia do visto ou autorização de residência válida)
    2. Declaração, sob compromisso de honra, em como o candidato não tem nacionalidade portuguesa, nem está abrangido por nenhuma das condições especiais que, de acordo com o Estatuto do Estudante Internacional, não lhe confiram a condição de Estudante Internacional – a fazer o download no momento da candidatura
    3. Fotocópia dos diplomas/certificados de ensino/formação, do ensino secundário ou ensino médio, emitido no país onde foram concluídos os estudos com as notas do 10º, 11º e 12º ano (*1)
    4. Declaração em como as habilitações concluídas lhe dão acesso ao ensino superior no país de origem (quando aplicável) (*1)
    5. Diploma do ensino secundário português ou de habilitação legalmente equivalente, quando aplicável (*1)
    6. Os candidatos que não apresentem a declaração referida no ponto 4 ou 5, terão de solicitar a equivalência do ensino secundário numa escola secundária portuguesa e entregar o respetivo comprovativo
    7. Já frequentaste ou concluíste um curso de ensino superior no estrangeiro?
      1. Se frequentaste e não concluíste poderás apresentar uma declaração comprovativa de matrícula ou certificado de notas numa instituição do Ensino Superior (1) e (2);
      2. Se concluíste terás de apresentar um diploma ou certificado de conclusão de curso superior (1) e (2)
    8. Diploma ou certificado comprovativo do nível de conhecimento da língua em que é ministrado o curso (para candidatos que não tenham frequentado o ensino secundário em língua portuguesa)
    9. Fotocópia do passaporte válido do Encarregado de Educação, se o candidato for menor de idade;
    10. Procuração, se a candidatura não for apresentada pelo próprio.
    11. Documentos comprovativos das classificações obtidas (ver separador Ingresso):
      1. Nas provas de ingresso portuguesas, para os titulares de ensino secundário português e para os estudantes internacionais autopropostos às provas portuguesas (Ficha ENES);
      2. Nos exames/provas nacionais de âmbito nacional, realizadas em país estrangeiro (*1)

    IMPORTANTE: O que se entende por exames/provas de âmbito nacional realizadas num país estrangeiro:São aceites como “provas de acesso que tenham âmbito nacional” as provas exigidas para o ingresso no ensino superior em Portugal ou em país estrangeiro e que se constituam como exames de âmbito nacional ou tenham reconhecimento a nível nacional.

    A comprovação desta exigência é da responsabilidade do candidato.


    (*1) Os documentos/ certificados têm de ter assinatura e carimbo da instituição que os emitiu. Os certificados originais ou cópias, quando emitidos por instituição estrangeira, devem ser autenticados pelos respetivos serviços consulares de Portugal no país de origem ou por Apostila de Haia. Os documentos/certificados não emitidos em português, inglês, francês ou espanhol, devem ser traduzidos para um destes idiomas por tradutor certificado.

    (*2) Os candidatos que tenham diploma de conclusão de um curso de nível superior estrangeiro deverão presentar declaração de reconhecimento de nível, emitida pelo NARIC https://www.dges.gov.pt/pt/pagina/centro-naric

    Estas informações não dispensam a consulta do Edital, dos regulamentos e legislação aplicáveis

    1. Candidatos com o ensino secundário, médio ou equivalente completo, que:

    • Não tenham realizado exames/provas nacionais estrangeiros de âmbito nacional (ver ponto 11 — alínea b no separador documentos);
    • Não tenham realizado ENEM (Brasil)
    • Não tenham realizado Prova Geral Interna (Cabo Verde)
    • Tenham realizado Prova(s) Geral(is) de Acesso (Cabo Verde) há mais de 3 anos
    • Tenham realizados exames nacionais (ficha ENES) há mais de 3 anos
    • Tenham realizado o ENEM há mais de 3 anos e não tenha diploma de ensino superior

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a seguinte opção: Tenho o ensino secundário, médio ou equivalente completo.

    NOTA:Os candidatos terão que realizar prova(s) de conhecimento na(s) área(s) correspondentes às matérias das provas/exames de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidatam. As provas são presenciais e decorrem entre 27 de maio e 04 de junho, nas instalações das Escolas/Institutos à qual foi apresentada candidatura.

    Após validação da candidatura, os estudantes devem inscrever-se na(s) prova(s), preenchendo o requerimento Estudante Internacional — Escolha da Prova, o qual será disponibilizado no inforestudante. Os prazos de inscrição na(s) prova(s) decorrem até ao último dia 17 de maio, último dia da 2ª fase de candidaturas.

    Critérios de Seriação:

    • Classificação final na prova escrita presencial, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso;
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos);
    • Os candidatos que tenham classificação entre 8,5 e 9,4 valores poderão ir a prova oral presencial.

    2. Candidatos que tenham realizado o ENEM nos últimos 3 anos

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a opção – Realizei o ENEM (Brasil) em 2022, 2023 ou 2024.

    Documentos específicos obrigatórios

    Declaração do ENEM com as classificações obtidas em cada área, devidamente autenticada por apostilha de Haia.

    Critérios de seriação

    • Classificação obtida nas áreas do ENEM correspondentes às matérias das provas/exames de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso. Consulte a tabela I para verificação das provas de ingresso exigidas para cada ciclo de estudos
    • A classificação obtida nas provas de acesso que não esteja na escala de classificação aplicável a este concurso, será convertida para a escala aplicável de acordo com a grelha de conversão respetiva.
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos).
    • Os candidatos que não sejam admitidos a concurso poderão realizar prova(as) escrita(as), a realizar entre 27 de maio e 04 de junho de forma presencial numa das Escolas do Instituto Piaget, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.

    3. Candidatos que tenham realizado a(s) Prova(s) Geral(is) de Acesso (Cabo Verde) nos últimos 3 anos

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a opção – Realizei Prova(s) Geral(is) de Acesso (Cabo Verde) em 2022, 2023 ou 2024.

    Documentos específicos obrigatórios

    Documento comprovativo da realização de Prova(s) Geral(is) de Acesso com indicação das disciplinas a que fez prova.

    Critérios de seriação

    •  Classificação obtida nas provas de acesso correspondentes às matérias das provas/exames de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso. Consulte a tabela I para verificação das provas de ingresso exigidas para cada ciclo de estudos;
    • A classificação obtida nas provas de acesso que não esteja na escala de classificação aplicável a este concurso, será convertida para a escala aplicável de acordo com a grelha de conversão respetiva;
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos);
    • Os candidatos que não sejam admitidos a concurso poderão realizar prova(as) escrita(as), a realizar 27 de maio e 04 de junho de forma presencial numa das Escolas do Instituto Piaget, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.

    4. Candidatos que tenham realizado exame(s) nacional(is) de acesso ao ensino superior português, nos últimos 3 anos.

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a opção – Realizei exames nacionais de acesso ao ensino superior em Portugal em 2022, 2023 ou 2024.

    Documentos específicos obrigatórios

    Ficha ENES

    Critérios de seriação

    • Classificação obtida nas provas de acesso correspondentes às matérias das provas/exames de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso. Consulte a tabela I para verificação das provas de ingresso exigidas para cada ciclo de estudos
    • A classificação obtida nas provas de acesso que não esteja na escala de classificação aplicável a este concurso, será convertida para a escala aplicável de acordo com a grelha de conversão respetiva.
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos).
    • Os candidatos que não sejam admitidos a concurso poderão realizar prova(as) escrita(as), a realizar 27 de maio e 04 de junho de forma presencial numa das Escolas do Instituto Piaget, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.

    5. Candidatos titulares de Diploma de Ensino Superior que apresentem documento comprovativo da realização de ENEM

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a opção – Sou titular de Diploma de Ensino Superior estrangeiro com ENEM

    Documentos específicos obrigatórios

    Critérios de Seriação

    Para titulares de diploma de ensino superior aplicam-se cumulativamente os seguintes critérios:

    • Classificação obtida nas áreas do ENEM correspondentes às matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.
    • A classificação obtida nas provas de acesso que não esteja na escala de classificação aplicável a este concurso, será convertida para a escala aplicável de acordo com a grelha de conversão respetiva.
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos).
    • Os candidatos que não sejam admitidos a concurso poderão realizar prova(as) escrita(as), a realizar 27 de maio e 04 de junho de forma presencial numa das Escolas do Instituto Piaget, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.

    NOTA: Os candidatos titulares de diploma de Ensino Superior que não tenham realizado EENEM ou provas de acesso que tenha âmbito nacional (*1) terão de realizar prova de acesso presencial. (Ver ponto 1)

    6. Candidatos que tenham realizado prova de âmbito nacional (*1) em país estrangeiro nos últimos 3 anos

    No momento da candidatura deverá ser escolhida a opção: – Realizei Prova de âmbito nacional  em país estrangeiro em 2022, 2023 ou 2024.

    APENAS APLICÁVEL a candidatos que tenham realizado provas de acesso que tenham âmbito nacional, sendo a comprovação desta exigência da responsabilidade do candidato.

    Não são aceites provas de acesso ao ensino superior realizadas em universidades.

    (*1) São aceites como “provas de acesso que tenham âmbito nacional” as provas exigidas para o ingresso no ensino superior em Portugal ou em país estrangeiro e que se constituam como exames de âmbito nacional ou tenham reconhecimento a nível nacional. A comprovação desta exigência é da responsabilidade do candidato.

    Documentos específicos obrigatórios

    Documento comprovativo da realização de prova de âmbito nacional com indicação das disciplinas/áreas/componentes a que fez prova

    Critérios de seriação

    • Classificação obtida nas provas de acesso correspondentes às matérias das provas/exames de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso. Consulte a tabela I para verificação das provas de ingresso exigidas para cada ciclo de estudos
    • A classificação obtida nas provas de acesso que não esteja na escala de classificação aplicável a este concurso, será convertida para a escala aplicável de acordo com a grelha de conversão respetiva.
    • Só serão admitidos ao concurso os candidatos que tenham no mínimo 9,5 valores (95 pontos).
    • Os candidatos que não sejam admitidos a concurso poderão realizar prova(as) escrita(as), a realizar 27 de maio e 04 de junho de forma presencial numa das Escolas do Instituto Piaget, a qual incidirá sobre as matérias das provas de ingresso fixadas para o ciclo de estudos a que se candidata, no âmbito do regime geral de acesso e ingresso.

    Estas informações não dispensam a consulta do Edital, dos regulamentos e legislação aplicáveis

    NOTA: Caso não se enquadre em nenhum dos perfis de candidatos indicados, pedimos que nos envie email para internacional@ipiaget.pt ou via WhatsApp (+351) 967 280 828.
    CURSOS PROVAS/EXAMES NACIONAIS
    Educação Básica Português + Matemática ou Matemática aplicada às ciências Sociais
    Educação Física e Desporto
    • Filosofia; ou
    • História; ou
    • Matemática Aplicada às Ciências Sociais; ou
    • Português
    Desporto
    • Biologia e Geologia;
    • Matemática Aplicada às Ciências Sociais;
    • Português.
    Educação Social
    • Filosofia; ou
    • História; ou
    • Matemática Aplicada às Ciências Sociais; ou
    • Português
    Enfermagem
    • Biologia; ou
    • Biologia + Física ou Química; ou
    • Biologia + Português
    Engenharia Informática Matemática
    Fisioterapia
    • Biologia; ou
    • Biologia + Física ou Química; ou
    • Biologia + Português
    Gestão
    • Economia; ou
    • Matemática; ou
    • Português; ou
    • Filosofia
    Osteopatia Biologia + Física ou Química
    Medicina Tradicional Chinesa Biologia + Física ou Química
    Psicologia
    • Filosofia; ou
    • Inglês; ou
    • Matemática Aplicada às Ciências Sociais; ou
    • Português
    Relações Internacionais
    • 11 História; ou
    • 13 Inglês; ou
    • 18 Português

    1. Calendário

    2.ª Fase
    Candidaturas 06 a 17 de maio
    Realização de provas 27 de maio a 4 de junho
    Publicação de resultados de provas 05 de junho
    Publicação de listas provisórias de resultados 07 de junho
    Prazo de reclamações 11 e 12 de junho
    Publicação de listas definitivas de resultados 17 de junho
    Efetivação da matrícula até 28 de junho
    1.ª Fase
    Candidaturas 28 de fevereiro a 3 de abril
    Realização de provas 05 a 15 de abril
    Publicação de resultados de provas 19 de abril
    Publicação de listas provisórias de resultados 22 de abril
    Prazo de reclamações 23 a 24 de abril
    Publicação de listas definitivas de resultados 29 de abril
    Efetivação da matrícula até 10 de maio

    2. Número de Vagas: aguarda-se publicação do Despacho do MCTES a estabelecer os limites para a fixação de vagas para os concursos especiais de acesso e ingresso para estudantes internacionais em estabelecimentos de ensino superior privado para o ano letivo de 2024-2025.

    3. A validade da matrícula está condicionada à apresentação do comprovativo de autorização de entrada / permanência em Portugal do estudante até ao dia 2 de setembro de 2024 e à apresentação da documentação original e autenticada apresentada no ato da candidatura.

    4. O incumprimento das condições anteriormente fixadas conduzirá à invalidação imediata da matrícula.

    Emolumentos

    Candidatura: 200,00€

    O pagamento das candidaturas online poderá ser realizado por referência multibando ou por transferência bancária (quando residam em países onde não seja possível pagar por referência MB). Os dados para pagamento serão disponibilizados durante o processo de candidatura.

    ATENÇÃO:  Nos pagamentos efetuados por transferência bancária, deverá anexar o respetivo comprovativo até ao último dia previsto para a candidatura.

    Matrícula

    • Matrícula: 285,00€ + Seguro:30,00€
    • Declaração para efeito de obtenção de visto de estudo: 100,00€

    Estudantes que não se encontrem a residir em Portugal no momento da Matrícula:

    1. No momento da matrícula, os candidatos que não se encontrem a residir em Portugal deverão solicitar a Declaração para Efeito de Obtenção de Visto de Estudo, para apresentação junto dos Serviços Consulares ou Embaixada de Portugal do país de origem, no âmbito do processo de obtenção de Visto de estudante
    2. A Declaração para Efeito de Obtenção de Visto de Estudo terá de ser paga até ao dia 10 de maio de 2024, sendo da responsabilidade do estudante pedir a sua emissão no ato da matrícula.
    3. A matrícula fica condicionada à apresentação do comprovativo de autorização de entrada / permanência em Portugal do estudante até ao dia 2 de setembro de 2024 e à apresentação da documentação original e autenticada apresentada no ato da candidatura.
    4. O incumprimento das condições referidas no ponto 3. conduzirá à invalidação imediata da matrícula.

    Propinas

    Brevemente disponibilizaremos aqui o regulamento financeiro para o ano de 2024/2025.

    Para mais informações contacte o Gabinete de Apoio a Estudantes Internacionais através do WhatsApp (+351) 967 280 828 ou do e-mail: internacional@ipiaget.pt

    Vantagens

    • Acolhimento e receção dos candidatos nas Escolas/Institutos;
    • Realização de reuniões de enquadramento com a coordenação dos cursos;
    • Acompanhamento no esclarecimento de dúvidas e questões de natureza académica;
    • Workshops de Tecnologias de Informação, Funcionamento da Biblioteca, Processos de Consulta Bibliográfica e Acesso a Bases de Dados;

    Alojamento

    O Instituto Piaget presta apoio aos futuros estudantes no processo de procura de casas ou quartos para alugar nas proximidades dos campi de Almada, Vila Nova de Gaia e Silves.

    Residencial Universitária

    No Campus de Viseu os estudantes podem ficar alojados na Residencial Universitária, a qual oferece 22 quartos duplos, 24 quartos individuais e 9 apartamentos com casa de banho, aquecimento, mobiliário, salas de estudo e convívio, biblioteca, lavandaria, cozinha e cantina.

    Obtenção de Visto

    O pedido de visto deve ser apresentado pelo estudante no seu país de origem, junto do posto consular português, com jurisdição da respetiva área de residência. Para esse efeito, deve recolher toda a documentação necessária exigida. Da parte do Instituto Piaget em Portugal, será emitida a Declaração para Efeito de Obtenção de Visto, sendo da responsabilidade do estudante pedir a sua emissão após a matrícula. Esta Declaração obriga ao pagamento do respetivo emolumento.

    À Chegada a Portugal

    Os estudantes serão acolhidos e informados das formalidades e procedimentos que terão de seguir durante a sua estadia, a saber:

    • Escolher local para residir permanentemente (apartamento ou casa);
    • Tratar das formalidades legais: tratar do número de contribuinte, abertura de conta bancária portuguesa, tratar de um seguro de saúde.
    • Apresentar todos os documentos junto dos serviços académicos da Escola onde efetuaram matricula, assim como informações atualizadas da morada, contacto telefónico e email.
    • Marcar entrevista no Serviço de Estrangeiros e Fronteiras

    Autorização de Residência

    O visto de estudante, regra geral, tem a validade de 90 dias. Um mês antes deste visto caducar, é da responsabilidade do estudante tratar da sua autorização de residência. Documentos necessários: comprovativo de residência (recibo de renda); comprovativo em como tem meios de subsistência em Portugal (comprovativo de movimento de conta em Portugal); declaração comprovativa em como o estudante está matriculado e em como tem os pagamentos da propina regularizados. Se não cumprir este procedimento ficará em situação ilegal e estará sujeito ao pagamento de multa.

    Não esquecer

    • Moeda: euros (€). Os estudantes deverão trazer dinheiro (€) de bolso para as primeiras despesas, tais como transporte, alimentação, estadia;
    • Colocar na mala: Agasalhos (malhas térmicas, sobretudo e casaco).

    Para mais informações contacte o Gabinete de Apoio a Estudantes Internacionais através do WhatsApp (+351) 967 280 828 ou internacional@ipiaget.pt

    Tens dúvidas e precisas de ajuda? Contacta-nos através de:

    Formulário

      Campos marcados com * são de preenchimento obrigatório.

      Dados Pessoais

      Encontra-se de momento em Portugal?NãoSim



      Curso



      Coloque aqui as suas questões