Os estudantes que concluíram o ensino secundário através de uma das vias profissionalizantes ou de um curso artístico especializado já podem candidatar-se ao ensino superior através de um concurso especial para o efeito, conforme previsto no Decreto-Lei n.º 11/2020.

 

Como Funciona

No Instituto Piaget os diplomados do ensino secundário de uma das vias profissionalizantes ou de um curso artístico especializado têm acesso às licenciaturas disponíveis nos campi de norte a sul do país de acordo com a deliberação da CNAES:

Através deste concurso têm condições especiais de acesso, assim como vagas específicas.

 

Quem se pode candidatar

Os diplomados de ofertas educativas e formativas de dupla certificação de nível secundário, nomeadamente os titulares de:

  • Cursos profissionais;
  • Cursos de aprendizagem;
  • Cursos educação e formação para jovens;
  • Cursos de âmbito setorial da rede de escolas do Turismo de Portugal;
  • Cursos artísticos especializados de dupla certificação do ensino secundário;
  • Cursos artísticos especializados da área da música;
  • Cursos de formação profissional no âmbito do Programa Formativo de Inserção de Jovens da Região Autónoma dos Açores.

Podem, ainda candidatar-se:

  • os diplomados com nacionalidade portuguesa titulares de cursos nível secundário estrangeiros, conferentes de dupla certificação, escolar e profissional, desde que legalmente equivalentes ao ensino secundário português.
  • os diplomados titulares de cursos nível secundário de um Estado-Membro da União Europeia, conferentes de dupla certificação, , escolar e profissional, desde que legalmente equivalentes ao ensino secundário português.

 

Qual o primeiro passo

O primeiro passo é inscreveres-te na Prova de Acesso, que será realizada num dos Campi do Instituto Piaget onde pretendes frequentar o teu curso.

Esta prova avalia os conhecimentos e competências consideradas indispensáveis para ingressar e progredir no curso a que se candidata.

Já podes inscrever-te neste link.

 

Documentos para a inscrição na Prova de Acesso

  • Fotocópia autorizada do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão ou indicação do número de identificação*, ou do passaporte com respetivo visto de estudo* ou, quando aplicável, do atestado de residência temporário ou permanente*; 
  • Fotocópia autorizada do n.º de contribuinte/Cartão de Cidadão ou indicação do número de identificação fiscal*;
  • Certificado de habilitações ou documento comprovativo de inscrição em curso de dupla certificação de nível secundário ou curso artístico especializado;
  • Duas fotografias (a cores);
  • Fotocópia autorizada do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão do Encarregado de Educação, se o candidato for menor de idade;
  • Procuração, se a candidatura não for apresentada pelo próprio.

* sujeito a verificação do original.

 

Como é feita a seleção

Os candidatos são selecionados contabilizando três classificações, com diferentes pesos:

  • média final do curso de ensino secundário (no mínimo 50%)
  • prova final do curso de ensino secundário(*) (no mínimo 20%)
  • resultado na prova específica de avaliação de conhecimentos a ser organizada pelo IES respectivo (no máximo 30%)

(*) A prova final do curso de ensino secundário pode ser uma das seguintes, consoante o curso concluído:

  • Prova de aptidão profissional, no caso de titulares dos cursos profissionais;
  • Prova de aptidão final, no caso dos diplomados dos cursos de aprendizagem;
  • Prova de avaliação final, no caso de titulares dos cursos de educação e formação para
    jovens;
  • Provas de avaliação final dos módulos constantes dos planos curriculares dos cursos
    organizados de acordo com a Portaria n.º 57/2009, de 21 de janeiro, na sua redação atual, no caso dos titulares daqueles cursos;
  • Provas de avaliação final de competências em turismo dos cursos organizados de acordo com portaria dos membros do Governo responsáveis pelas áreas do turismo, da educação e da formação profissional, no caso dos titulares de cursos de âmbito setorial da rede de escolas do Turismo de Portugal, I. P.;
  • Prova de aptidão artística, no caso dos titulares dos cursos artísticos especializados;
  • Prova de avaliação final, no caso dos titulares dos cursos de formação profissional no âmbito do Programa Formativo de Inserção de Jovens da Região Autónoma dos Açores.

 

O que consta na Prova de Acesso

A prova de acesso irá avaliar os conhecimentos e competências do candidato em áreas consideradas centrais para o ingresso e progressão no curso escolhido, nomeadamente em áreas de raciocínio científico.
Para mais informações, podes contactar-nos na linha de apoio indicada abaixo.

 

Como fazer a candidatura ao Curso

Após a realização das provas, é aberta a respetiva fase de candidatura ao curso.

 

 

Calendário de provas

2.ª Fase

Inscrições 17 de julho a 17 de setembro
Realização de provas 21 a 25 de setembro
Afixação dos resultados 2 de outubro

 

1.ª Fase

Inscrições 30 de junho a 16 de julho
Realização de provas 20 a 31 de julho
Afixação dos resultados  7 de agosto

 

Calendário de candidaturas

2.ª Fase

Candidaturas 7 de setembro a 6 de outubro
Publicações das listas provisórias 7 de outubro
Prazos de reclamações até 8 de outubro
Publicação das listas definitivas 9 de outubro
Matrícula até 16 de outubro

 

1.ª Fase

Candidaturas 10 de agosto a 2 de setembro
Publicações das listas provisórias 3 de setembro
Prazos de reclamações até 4 de setembro
Publicação das listas definitivas 7 de setembro
Matrícula até 18 de setembro

 

Mais informações

Por agora, os nossos futuros estudantes podem contar com o nosso apoio através dos seguintes contactos:

Serviços Académicos