Objetivos

A Pós-graduação em Administração e Gestão de Serviços Sociais pretende dotar profissionais da área das ciências sociais com competências especificas em administração e gestão, através da adaptação de conceitos e instrumentos de análise próprios da economia e gestão aos serviços de economia social.

Disponível em

Vila Nova de Gaia

José Manuel Barbosa Teixeira

Coordenador
Ana Ribas

Ana Ribas

Coordenação Cientifica

Bruno Alves

Coordenação Cientifica

Escola Superior de Saúde Jean Piaget em V. N. Gaia

Duração: 8 meses

A aquisição de competências para assumir funções de responsabilidade na gestão e administração de organizações de economia social reveste-se de especificidades próprias que justificam que sejam tratadas de forma autónoma relativamente à formação geral em gestão. Neste sentido, entende-se de grande pertinência a criação de uma pós-graduação em Administração e Gestão de Organizações de Economia Social.

Esta Pós-graduação possui uma componente académica de qualidade que integra um programa robusto, complementado por um ciclo de seminários temáticos atuais, que permite uma análise profunda da realidade particular que torna o Sector da Economia Social único.

A Pós-Graduação pode ser frequentada isoladamente ou em conjunto com a Pós-Graduação em Gestão de Recursos Humanos, possibilitando a realização de duas pós-graduações em áreas complementares, simultaneamente. Deste modo obtém uma certificação dupla, durante o mesmo número de meses em que frequentaria uma pós-graduação.

Área de estudo

Gestão e Administração

Saídas profissionais

Os detentores do certificado de Pós-Graduação em Administração e Gestão de Organizações de  Economia Social poderão desempenhar funções como administradores ou Gestores de unidades, serviços, organizações de economia social e autarquias.

UC – Anual           CH  ECTS

 Liderança e gestão de equipas

 20 T 2

Tecnologias de informação

 20 T 2

Gestão estratégicas e marketing de serviços

 20 T 2

Fundamentos do comportamento organizacional

 20 T 2
Princípios da administração e gestão das organizações  20 T 2
Investigação e métodos estatísticos  20 T 3

Seminários I: Gestão estratégica, comunicação e ética organizacional

 40 S 4

Organização e enquadramento jurídico de instituições e associações de economia social

 30 T 3

Economia e sustentabilidade em serviços de economia social

 30 T 3

Procedimentos e gestão de voluntariado

 20 T 2

Elaboração e avaliação de projectos sociais e empreendedorismos social

 20 T | 10 TP 3

Inovação e gestão de qualidade em serviços de economia social

 20 T 2

Seminários II: Empreendedorismo e Sustentabilidade em Organizações de Economia Social

 20 S 2

Legenda: T- Teórica; TP- Teóricas/Práticas, PL-Práticas e Laboratório, OT- Orientação Tutorial, E- Estágios, S- Seminários, TC- Trabalho de Campo, UC- Unidade Curricular, CH- Carga Horária, ECTS- Créditos ECTS

Requisitos de acesso

Os candidatos devem ser detentores de uma graduação de nível superior na área da saúde, ciências sociais e humanas, gestão ou outras.

Poderão ser admitidos outros candidatos detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que tenha sido reconhecido, pelo Conselho Técnico-Científico, como atestando capacidade para a realização deste curso. O processo de seleção e seriação dos candidatos será realizado de acordo com os requisitos definidos no respetivo Edital, baseado na apreciação e validação curricular e profissional, tendo em conta a ordem de candidatura.

Obtenção de Diploma

Para a conclusão da Pós-Graduação em Administração e Gestão de Organizações de Economia Social, o estudante deverá cumprir um plano curricular constituído por 32 créditos ECTS obrigatórios.

A Pós-Graduação em Administração e Gestão de Organizações de  Economia Social confere as competências necessárias para promover, no âmbito da economia social, a capacidade de articulação e de integração de grupos de trabalho pluridisciplinares; exercitar competências numa perspetiva de otimização e racionalização dos recursos; melhorar a capacidade de decisão e de avaliação do seu impacto; desenvolver capacidades para integrar, motivar, organizar e dirigir pessoas; desenvolver uma maior aptidão para compreender a realidade interna e o contexto da economia social em geral, e o seu enquadramento no serviço social português, em particular

TENS DÚVIDAS? ENVIA-NOS UMA MENSAGEM!