Formação e Valorização Profissional

ISEIT — Ensino Universitário em Viseu

Desenvolvimento e Educação Sócio-Emocional

Desde a década de 1990 do século passado, ao ser verificada a relação bidirecional entre emoção e as componentes de Inteligência Emocional, que as comunidades científicas com responsabilidades na área da educação têm vindo a assumir estas temáticas e a defender a sua inclusão, como matéria formativa curricular, tanto para educadores como para professores de qualquer nível de ensino ou área científica.

Os conceitos de Competência Emocional e o Competências Emocionais foram desenvolvidos a partir do conceito original de Inteligência Emocional, difundido para  a comunidade através da obra de David Goleman, que tem tido uma progressiva e consistente presença em publicações científicas.

Este conceito foi aplicado à educação infantil, à educação de jovens universitários e,  até, à  formação de adultos e idosos. Mais recentemente, tem sido defendida a importância da Competência Emocional nas Organizações e da Inteligência Emocional no seio das equipas de trabalho.

Objetivos educativos

  • Fazer o diagnóstico do processo de desenvolvimento e educação sócio-emocional ao longo do continuum de vida: crianças, adolescentes, adultos e idosos.
  • Sinalizar as variáveis cognitivas, sociais e emocionais capazes de produzir comportamentos positivos — em contextos sociais, de aprendizagem e organizacionais — e consequentemente, crescimento humano e rendimento escolar.
  • Aprender a tomar consciência das próprias emoções e dasemoções dos outros no contexto de vida, ao nível das relações sociais, das relações pedagógica, terapêutica e organizacional.
  • Aprender o percurso da gestão das suas próprias emoções, e do exercício do auto-controlo emocional nas situações relacionais de conflito ao longo dos quotidianos, e em particular na dinâmica relacional das turmas, das equipas de trabalho e em contexto de organização.
  • Identificar indicadores de comportamento e/ou atitudes, que permitam elaborar estratégias — pessoais e concretas — de prevenção inespecífica, para o sofrimento emocional, ao nível intra e inter relacional.
  • Apresentar e discutir as estratégias mais adequadas para o treino das competências sócio-emocionais.

Destinatários

  • Técnicos de Educação (Professores, Educadores de Infância e Animadores Socioculturais);
  • Técnicos de Saúde (Médicos, Psicólogos, Enfermeiros, Fisioterapeutas, Nutricionistas e Técnicos de Farmácia);
  • Prestadores de Serviços à Comunidade (Juristas, Técnicos de contas, Economistas e Empresários);
  • Pessoas interessadas na temática do curso.

Programa

A Emoção no Processo de Desenvolvimento Humano

Emoção e sentimento no desenvolvimento humano ao longo da vida – educação, aprendizagem e sabedoria

Da Inteligência Sócio-Emocional à Competência Emocional

  • Das inteligências múltiplas à inteligência social
  • Da inteligência social à inteligência emocional — natureza e características

Educação Emocional – Pressupostos e Finalidade

  • Competência emocional – natureza, modelos teóricos e características
  • Capacidades da competência emocional
  • Autoconsciência e autogestão emocional
  • Autoestima e habilidades sócio-emocionais
  • Educação emocional e valores

Laboratórios de Emoção

  • Aplicações da (auto)terapia emocional
  • Experiência de relaxamento profundo
  • Competência emocional — desenvolvimento emocional em crianças
  • Modelos e abordagens em crianças
  • Competência emocional — desenvolvimento emocional em adolescentes e adultos
  • Modelos e abordagens em jovens e adultos